Eu testei – Aprenda como cultivar orquídeas Cattleyas

Nunca soube como cultivar orquídeas, não tinha a mínima informação sobre elas a não ser que eram lindas e difícil de cultivar. A minha primeira experiência foi sobre pressão, ganhei uma muda e tive que me vivar.

e Tudo isso aconteceu quando  ganhei de presente de uma menininha neta da minha vizinha, uma muda com apenas uma folha. Mesmo sendo leiga, eu percebi que a folha era grande, que deveria se tratar de uma orquídea de tamanho maior, só depois vim, a saber, que era do grupo das Cattleyas ou Catleias. Como estava sem tempo para aprender a cuidar, a coloquei em um lugar na varanda, em cima de um banco alto, a meia sombra, ventilado e regava 1 vez por semana.

Aprendendo a cultivar uma muda de orquídea

A muda pode ser apenas uma folha, ou uma planta que você tenha ganho com flores e que depois ela morreu as flores e você quer cultivá-la. Lembrando que cada um tem o seu jeito de cultivo e estamos falando aqui neste post de como cultivar a Cattleyas. As iguais as da foto ou mesmo aquela de cor diferente que costuma ser lilás.

Aprendi que: a planta não gostava de terra adubada, que na hora de mudar tinha que tirar o substrato, que o vaso tinha que ter furos, e que tinha que lavar e soltar as raízes antes de fazer a muda. Que ela não gostava de água nas patinhas, nas raízes e tudo mais. Que teria que comprar o substrato, catar pedaços de pau, restos de carvão e comprar adubo com mamona e pó de osso e tudo mais.

Aff, levei quase um dia inteiro aprendendo, lendo posts e vendo vídeos de como fazer a muda da planta. Depois dessa maratona, fiz a muda nos conformes e esperei. Na mesma semana aquela linguinha que eu falei, amarelou, foi secando. Ai eu pensei, onde foi que eu errei? Que coisa mais complicada de entender.

Encontrei no site orquídea sem mistério, de um Engenheiro agrônomo, chamado Andrew Fogtman, algumas informações  preciosas , e outras no site MdeMulher, e descobri que sim, era dali que saia a flor e que se nesta fase de inicio de floração a planta for mudada de lugar ou de vaso ela abandona o projeto de florescer.

O nome da minha é  Ryncholaeliocattleya alma kee, linda né?! E mais, descobri também que elas são sucesso de vendas desde sua criação, talvez pela beleza e pelo tamanho das suas flores e por nascerem duas vezes ao ano quando bem cultivada.

Mas agora vamos às informações que eu pesquisei saber…

As Cattleyas e o seu desenvolvimento

Existem dois tipos básicos de formas de crescimento nas orquídeas que é o Monopodial, e o das  simpodiais que são a maioria das orquídeas que possuem um crescimento de forma descontinua, no sentido horizontal. Em geral a estrutura chamada rizoma,  é um caule que cresce sempre no sentido do substrato e dele são emitidos os pseudobulbos ou hastes que crescem com um número definido de folhas e depois não crescem mais.  Como é o caso das Cattleyas, Dendrobiuns, Bulbophylluns, Catasetuns.

Foto Via:orquideassemmisterio.blogspot.com.br

Foto Via:orquideassemmisterio.blogspot.com.br

Aprenda como cultivar orquídeas Cattleyas-pseudos-bulbos

Por sua vez os pseudobulbos ou os “bulbos” são a estrutura de reserva dessas orquídeas e também de onde saem as folhas, espatas e flores. Por isso a importância de se entender o desenvolvimento deles.Depois vou fazer outro post explicando as 5 fases de desenvolvimento e importância dos bulbos.

Tutorial de como plantar, cultivar, cuidar de uma muda de orquídea do grupo das  Cattleyas

As maiores dúvidas, resolvidas com perguntas e respostas:

Melhor lugar para cultivar casa ou apartamento?

-As orquídeas se adaptam  tanto em ambiente interno quanto em externo. Quem mora em casa pode deixar os vasos no quintal, sobre um banco, um suporte fora do chão para não atrair lesmas.

Se você mora em apartamento, aproveite o parapeito de qualquer janela que tenha disponível, desde que pegue sol sem excesso, deve-se cultivar a meia luz.

Qual o vaso adequado?

-A Cattleya vai melhor no vaso de barro com aqueles furinhos laterais que dão mais ventilação, mas pode ser plantada em vaso de plástico.

Toda orquídea deve ser amarrada em árvore?

-A resposta dos especialistas para a Cattleya é não. Esse suporte funciona melhor com espécies chamadas “epífitas”, que naturalmente vivem sobre os galhos, como falenópsis e chuva-de-ouro. Eu já vi Cattleya amarrada em tronco de árvore na casa de uma amiga, mas já li muito sobre isso e descobri que para a Cattleya o melhor é o vaso.

Posso plantar orquídea na terra?

-A resposta para o grupo da Cattleya  é terminantemente não. Plante  no vaso, com  substrato, uma mistura de carvão, casca de coco e tronco de árvore, vendida em floriculturas ou mercados.

Quantas vezes devo molhar e como?

-Faz-se na rega com pouca água, sem cloro, uma vez por semana, molhando de preferência as folhas. Quer regar melhor? Leve o vaso para uma pia ou um tanque e deixe a água encharcar a planta até escorrer pelos furinhos. Molhe inclusive na parte debaixo das folhas. Deixe escorrendo por alguns minutos até voltar o vaso para o lugar em que ele estava.

-Dispense o prato que fica embaixo do vaso. Orquídeas não gostam de ter água parada nas raízes.
Orquídeas como as  Cattleyas, que têm caule gordinho, precisam de menos água do que as outras. Essa região é chamada de pseudobulbo e serve como uma reserva de comida.

-Se a planta estiver florida, tome cuidado para não derrubar água na flor. Não é que ela não goste de rega, não! O problema é que flores molhadas atraem pulgões, fungos e bactérias.

Preciso adubar? Como fazer?

-Adubar com farinha de osso e torta de algodão ou mamona, a cada três meses;

-Se você borrifar sua orquídea uma vez por mês com adubo NPK 20-20-20, ela pegará menos doenças e dará flores maiores e mais bonitas.

Quantas vezes ela floresce?

-Normalmente floresce uma vez  por ano, pode chegar a  duas vezes se bem cuidada e bem adubada. Lembrando que ela não gosta que mude de lugar ou mesmo mecha de um lado para outro rodando a posição, quando ela já está em processo de formação de uma folha com flor.

Aprenda como cultivar orquídeas Cattleyas-folhas-formando-flores

Este ano a minha ia florescer na primavera de 2015, mas como choveu muito, deu uma mofada na base da folha onde ia formar as flores. Ela deu uma parada, e agora em fevereiro de 2016 ela resolveu voltar a querer florescer. Eu rasguei a parte sequinha para liberar a folha e agora vou aguardar.

Depois que esses dois bulbinhos aparecem de dentro da folha é sinal que vai vir flor.

gora vou mostrar para vocês a foto da minha experiência com a minha muda de Cattleya, desde o desenvolvimento da folha a flor. Fiquei emocionada quando vi aquela folha com aquela coisinha dentro da folha, perece um embriãozinho da planta. Depois nem se fala a minha felicidade quando veio a flor tão linda, vejam.

folha-desenvolvendo-orquidea-catleia-cattleya

Foto: CidaRamos para PortalTudoAqui

Quando mudar de vaso?

-Após a florada, podem-se fazer muda ou mudar de vaso. Mas só é preciso mudar de vaso se o vaso já estiver cheio de mudas, sem espaço. Se quiser fazer muda, tem que ter pelo menos seis folhas para dividir 3 para cada vaso. Elas precisam das folhas antigas como sustento das novas folhas que vão aparecer.

Viu? Não é tão difícil? Se tiverem dúvidas deixem nos comentários, vou procurar responder. Lembrando que não sou especialista, mas vou me esforçar para compartilhar o conhecimento com vocês. 🙂

A

Linda né?

Foto: CidaRamos para o PortalTudoAqui

Foto: CidaRamos para o PortalTudoAqui – Planta: Cattleya – Nome científico:Ryncholaeliocattleya alma kee

Fiquei tão feliz por ter dado logo 4 flores, amei! Espero que tenham gostado da matéria, deixem os seus comentários.

Fontes de pesquisa: Portaltudoaqui mdemulher e orquideassemmisterio

Espero que tenham gostado da matéria, deixe o seu comentário e obrigada pela visita

beijos-cidoka-mulher-up21

2 Comments

  1. Fiquei encantada e tenho uma que ganhei da minha irma a anos mas ela nao sai de duas tres folhas pequenas, nunca pesquisei para saber qual planta se tratava mas fui em um determinado local que repararei as folhas s
    erem parecidas com aquela planta q tenho e resolvi investigar. tadinha nao tem a minima condiçao de florescer e desenvolver como esta. Vou tentar tratar dessa maneira.

    Obrigada e parabens,

    Regina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *