Eu testei vários remédios para combater as micoses das unhas

Quando pensei em fazer esse espaço, queria mostrar para as pessoas que mesmo que você não esteja no peso que deseja, que os seus cabelos estejam caindo, que seu rosto tenha manchas, suas unhas estejam fracas e quebradiças e você não se sinta tão bela quanto gostaria. Que dá para fazer algo, que dá para se cuidar e mesmo que demore um pouco você pode conseguir mudanças que vão fazer de você uma Mulher Up e é isso que eu quero.

Atualmente adiquiri algumas mazelas que me deixam triste comigo mesma, mas hoje vou começar pelas micoses das unhas. Aos poucos vou mostrar minhas outras lutas e junto com vocês ou com quem se encontra na mesma que eu podemos conseguir vencer e alcançar bons objetivos.

Uma das coisas que eu gosto em mim são as minhas unhas, aliás sempre fazia toda semana e tinha orgulho em exibi-las. Mas ultimamente tem sido um verdadeiro pesadelo curar os fungos que apareceram nas minhas unhas. E isso vem desde 2014, pasmem!

E elas eram tão lindinhas, fofas e eu sou vaidosa  e louca por esmaltes! Tenho uma coleção enorme e agora…minhas unhas estão horríveis!

OBS.: Esta não é uma matéria paga, uma propaganda, um post pago.

Então, antes minhas unhas eram assim antes de ter micoses:

esmalte-semana-16-abril-revlon-cor-330-naughty-de-perto-luz-do-sol

minhas-unhas-antes-das-micoses

 Como ficaram minhas unhas depois da micose

minhas-unhas-depois-das-micoses

Quando tudo começou, vi que as minhas unhas ficaram fracas, começaram a quebrar facilmente e isso nunca foi normal. Elas eram fortes e bonitas. Ai percebi também que havia uma espécie de espaço por baixo das unhas, uma coisa estranha e por ali nos cantinhos é que as unhas começavam a quebrar.

Sem que eu percebesse, minhas unhas pareciam normais. Adoro fazer as unhas toda semana e depois que me mudei para uma cidade pequena onde as manicures em sua maioria trabalham em casa e não tem procedimentos muito exigentes de higiene tudo começou.

Não que isso não possa acontecer em uma cidade grande, mas na maioria das vezes em um salão tem regras mais adequadas. Uma delas são os objetos individuais, aparelhos esterilizados, lixa individual, e tudo mais.

Sobre a onicomicose…

As lesões da unha provocadas pela onicomicose apresentam algumas variações na sua apresentação, dependendo do tipo de fungo e de gravidade da infecção. Em geral, a micose de unha costuma apresentar um ou mais dos seguintes sinais:

– Espessamento da unha.

– Fragilidade da unha, deixando-a quebradiça.

– Distorções na forma da unha.

– Perda do brilho da unha, deixando-a opaca.

– Escurecimento da unha.

– Descolamento da unha em relação ao seu leito na pele.

Com o tempo eu descobri que até mesmo o esmalte pode ser contaminado pelos fungos e se entre umas 4 horas mais ou menos você compartilhar o mesmo esmalte pode pegar o fungo apesar de ter tido todos os outros cuidados. Impressionante esse maldito fungo!

O pior, é que depois que ele se instala, você passa remédio, toma até comprimidos e ainda assim está arriscado a que ele não morra. Foi o que aconteceu comigo por diversas vezes.

Depois de consultar um dermatologista veio o diagnóstico que eu já sabia, eram fungos. Nessa hora você chorra, corta as unhas, começa a tomar remédio via oral, e a passar remédio local nas unhas. Como já falei comecei com o esmalte Tralen, e o Cosalen, mas não resolveu. Tudo voltou depois de uma semana. Ai tive que começar a radicalizar.

A princípio eu percebi que minha unha estava com um buraco em baixo, um oco. Ai o médico me indicou Tralen unha (caro pra dana!) um espécie de esmalte que você passa na unha e junto com ele um remédio chamado Fluconazol. Para quem não quiser pagar mais caro pelo Tralen e conseguir encontrar pode comprar o Cosalen, (só encontrei uma vez, depois nunca mais). Bem ai tem vários outros remédios como Hebrin, mas eu sou alérgica a alguns componentes então não deu certo para mim e não pude partir para os remédios mais comuns e baratos então o próximo passo foi usar o Loceryl.

Estou usando até hoje, e para você ter uma ideia essa saga começou em agosto de 2014, todo esse tempo eu pensava que que estava livre, tomava remédio, passava o remédio diretamente nas unhas, eles davam uma “trégua” depois voltava tudo de novo.

Detesto ficar com unha super curta, mas não tem jeito, tem que ser assim enquanto se faz o tratamento. Para o usar o Loceryl precisa lixar por cima das unhas, e cada lixa para uma unha, para não contaminar as outras. E fazer o procedimento lixando por cima das unhas até ficar fininha, e passar o produto por cima repetindo toda semana. Não dá para confiar que está tudo certo, aparentemente você olha e pensa que acabou mas ai vem um pontinho preto de novo te assombrar.

Remédios que usei e os que ainda uso para combater os fungos das unhas:

remedios-que-usei-para-combater-os-fungos-das-unhas

OBS.: Esta não é uma matéria paga, uma propaganda, um post pago.

O tratamento com Loreryl

como-aplicar-loceryl-nas-unhas-com-micose

O tratamento com o Lorecyl é mais radical, tem que cortar as unhas no casco, lixar bem por cima das unhas, deixar quase uma pele fina e passar o remédio por cima. É um tratamento quase profissional, demorado mas é eficaz. Ainda estou terminando de fazer o meu tratamento. Ainda não fiquei livre da micose em todas as unhas. Algumas não apresentam mais nada, mas em algumas ainda tem ali um pontinho preto quase imperceptível que só consigo ver com a lupa. Mas acho que estou quase lá.

Bem eu agora não estou tomando o remédio mais, estou apenas usando o Loceryl, minhas unhas lixadas por cima demoraram mais de 6 meses para crescer e agora acho que pode ter esperanças de que tudo isso esteja acabando. Ainda não posso deixar minhas unhas crescerem até ter certeza de que tudo está ok. E sinceramente nunca mais vou fazer as unhas fora de casa, e mesmo em casa tenho que ter todo cuidado, não deixe de esterilizar seus instrumentos, ferva em água quente e nunca compartilhe. Se for fazer unha fora de casa, leve-os inclusive a sua lixa de unha e palito. Até mesmo um simples palito pode transmitir esse fungo tão resistente e difícil de combater.

O fabricante fala que pode pintar as unhas normalmente depois que aplicar o produto, mas eu não gosto de usar esmalte em uma unha tão curta e “cotoco” como a minha está. Prefiro deixar sem pintar para ver os pontos pretos morrendo. “Ai que ódio!”

Espero ter ajudado a você que também está passando pelo mesmo problema. Como falei antes existem outros produtos no mercado que podem ser usados no combate aos fungos, mas como sou alérgica a muita coisa, eu não posso usá-los.

Observação:

Eu já ouvi falar de vários remédios caseiros como alho, vinagre e água oxigenada para micoses nas unhas. Mas eu não usei nada disso, acho que cada caso é um caso e no meu o problema foi muito mais complicado de resolver. Então por isso tive que recorrer aos remédios via oral e ao de uso tópico. Mas se você estiver com problemas consulte um dermatologista e veja qual é o remédio indicado para o seu caso.

OBS.: Esta não é uma matéria paga, uma propaganda, um post pago.

Se tiver alguma dica, deixe o seu comentário e obrigada pela visita 🙂

beijos-cidoka-mulher-up21

28 Comments

  1. Olá, passando por aqui lendo a matéria sobre chá da folha de amora, vi esse post sobre unhas.. Lembro que funcionou comigo colocar fumo de rolo dentro do frasco com álcool e reservar de um dia para o outro.. Depois, todas as noites aplicar com auxílio de algodão e palito(para aplicar debaixo da unha)..Ou durante o dia sempre que puder.. Recomendável seu uso à noite pelo cheiro forte que o fumo deixa,mas o resultado é incrível,também estava c esse fungo que em baixo da unha fica oco e ela fica quebradiça.. Receitinha da vovó

  2. oi Boa Tarde, toda vez q aplicar o produto tem q lixar a unha? Ou só lixa 1 única vez e depois e só aplicar o produto?

  3. Fiz tratamento com Loceryl deu certo e muito, melhorei das micoses , fiquei boa .
    As unhas crescerem bem fortes.
    Bem , tem três meses e o problema das unhas voltaram .
    Ultimamente tenho usado o Loceryl e de nada está adiantando , as unhas continuam na mesma com problemas de antes, é como se o remedio não fosse o mesmo , tivesse mudado a fórmula
    . Infelizmente vou ter que mudar de remédio . Eu já dei o nome dele para outras pessoas , infelizmente.

    • Olá Sandra, eu não entendi muito o seu comentário. Você disse que deu certo, depois disse que voltou? Pois é, no meu caso, que eu ainda não falei ai em cima na matéria, a minha micose voltou depois de 6 meses, mas descobri que foi por causa da pré-diabetes. Com o “sangue doce” os fungos se instalam. Descubra qual é a sua causa para depois tratar as micoses. Obrigada pela visita e pelo comentário. 🙂

  4. Cida, tenho a unha do dedão do pé com uma micose de anos que não some. Me diz se após passado esse tempo da postagem você venceu a micose com o último tratamento.
    Obrigado

    • Olá Márcio, a minha sim. Depois de 6 meses ela voltou, mas foi por causa da pré-diabetes que descobri que estou. O “sangue doce” favorece aos fungos. Mas estou tratando a causa para depois voltar a tratar do fungo. Obrigada pela visita e pela pergunta.

  5. Remédio caseiro não serve para micose de unha, vai perder seu tempo, disposição e deixar a doença se fortalecer, tornando o tratamento cada vez mais demorado. Tratamentos curtos vão de 6 meses a um ano ou dois.

    • Olá Bruno, existem vários tratamentos e eu estou relatando os que eu andei fazendo. Inclusive você deve ter observado que eu tomei remédio e passei produtos por mais de 6 meses. Obrigada pela visita e pelo comentário.

  6. Há quanto tempo você está usando o Loceryl? Comigo não funcionou. Estou usando a Micolamina atualmente. Também estou com fungos há anos. :'(

    • Olá Taynah, eu terminei o tratamento, tinha dado tudo certo. Ai depois de um tempo eu reparei que voltou, fui ao médico e descobri que estou com pré-diabetes e por causa disso os fungos aparecem também. Então estou tratando a causa para depois resolver os fungos novamente. 🙁 Obrigada pela visita 🙂

  7. Olha, eu usei o Fluconazol junto com um chamado Loprox Solução, e melhorou muuuuuuito minhas unhas, só não consegui curar 100% porque infelizmente eu tive que parar com o tratamento, mas eu garanto que cura viu!

  8. Olá Cida. Iniciei semanalmente com Fluconazol e Loceryl em abril 2017, pouco depois dessa minha primeira mensagem acima. De lá pra cá, muita, mas muita perseverança pra combater fungo nas unhas dos dedões do pés. O esquerdo já muito avançado quando comecei, tinha aspecto bem ruim, mais de meia unha alta já descolada da base, unha bem grossa e um amarelo escuro e aquela massa mole embaixo que eu removia mas dava em nada. Muito lentamente o aspecto está mudando, a unha agora avança colada em uns 70% do leito. A altura do vão do leito se reduziu, antes dava pra enfiar a ponta do alicate embaixo agora entra a ponta de um palito de dente. A cor mudou, está começando a rosar, mas ainda longe disso acabar. Sério, micose de fungo na unha é para os fortes…rs.

    • Olá Márcio, concordo com você. No seu caso acho que você deveria lixar bem a unha na parte de cima, além de mantê-la bem curtinha. Lixando bastante você vai conseguir fazer com que o produto, o remédio penetre abaixo do unha. Falo isso porque a minha mãe teve isso e quando ela foi à um podólogo, ele escamou a unha dela com um tipo de navalha, ai deixou praticamente sem unha, e mandou que ela passasse o remédio. E foi assim que ela conseguiu curar a unha. Espero ter ajudado, obrigada pela visita e pelo seu comentário. 🙂

  9. Eu rexentemente, há um mês atrás, notei que havia algo de estranho com a minha unha. Era um fungo. Atualmente estou tomando fluconazol, uma cápsula por semana até desaparecerem os vestígios ( o que eu acho que deve levar de 3 a 6 meses) e estou usando uma gota de Fungirox por dia em todas as minhas unhas. Atualmente só notei a infecção em 2 unhas, mas quero evitar que ela se espalhe porque é muito comum pessoas que acabam desenvolvendo onomicose em todas elas. Obrigada pelo post. É uma situação terrível mesmo.

  10. Eu re recentemente, há um mês atrás, notei que havia algo de estranho com a minha unha. Era um fungo. Atualmente estou tomando fluconazol, uma cápsula por semana até desaparecerem os vestígios ( o que eu acho que deve levar de 3 a 6 meses) e estou usando uma gota de Fungirox por dia em todas as minhas unhas. Atualmente só notei a infecção em 2 unhas, mas quero evitar que ela se espalhe porque é muito comum pessoas que acabam desenvolvendo onomicose em todas elas. Obrigada pelo post. É uma situação terrível mesmo.

  11. Passo há um ano pelo mesmo problema e não vou nem à manicures por vergonha. Já passei de tudo que se possa imaginar, inclusive fiz o tratamento com o Loceryl esmalte sendo que, por orientação médica, fazia a aplicação 3x por semana (diferentemente da indicação na bula que é 1x). Enquanto fazia o tratamento (durou uns 4 meses aproximadamente) pensei ter tido melhora, porém foi só parar e as unhas voltarem a crescer para perceber que os fungos estavam ali da mesma forma que antes. Já passei por duas dermatologistas e tentei diversos medicamentos (inclusive o fluconazol via oral por DUAS vezes) e nada melhora. Se alguém souber de algo realmente forte (pode ser caro, pode doer, só preciso que resolva), pelo amor de Deus, me conte!
    Ps: remédios naturais já tentei todos também (alho, vinagre, óleo de coco…), preciso de algo que faça cair minhas unhas se necessário, mas que após as faça crescer saudáveis outra vez!

    • Olá Erica, realmente é um dilema. E eu tenho uma coisa para te contar. O meu caso para resolver o problema foi exatamente como o seu, fiz de tudo, gastei muito e nada resolveu definitivamente. Até que eu descobri que a causa era a pré diabetes. Eu agora estou me cuidando e a causa era isso. Estou me alimentando adequadamente e a pré diabetes está sob controle e tenho notado melhora nos fungos, embora vez ou outra apareça um. Vou falar sobre o meu caso de novo aqui e espero que você encontre a causa do seu problema, porque não é normal e deve haver algo por trás disso. Até espero que não, mas se houver que você descubra e trate as causas. Obrigada pela visita e pela pergunta.

    • Oi Erica, fui em uma podologa e ela me indicou o andriodermol liquido, pesquisei sobre e dizem que ele é muito bom, comecei o tratamento a poucos dias então não tenho como lhe dizer se realmente funciona, mas acredito que funcione sim, ela me indicou a molhar o cotonete e aplicar sobre a infecção, e o bom é que não é caro, paguei 17,00
      Espero que funcione.

  12. Estou usando o OXIPELLE líquido e posso lhes garantir que é dinheiro jogado no lixo. Não serve para nada. É uma tremenda enganação este medicamento, alé de ser caro. FUJAM dele.

  13. Gente, pra micose nas unhas recomendo o ANDRIODERMOL, é super baratinho e muito eficiente, pesquisem sobre ele que vcs vao ver como todos falam bem!!!

  14. Olá, eu comprei hj o loceryl e na bula diz pra não usar esmalte nas unhas, eu estou com fungo em um único dedo do pé, vc usou esmalte normalmente?

  15. Olá. O que deu certo pra mim foi a combinação do Loceryl com o Fluconazol. Aplicação de Loceryl 2 vezes por semana (a recomendação é apenas 1). E tomar 2 Fluconazol por semana, durante 4 semanas (eu tomei por 4 domingos. Total de 8 drágeas ou cápsulas [sei lá heheh]). A parte do Fluconazol foi do 1 mês. Mas a aplicação do Loceryl foi por vários meses. Vai depender da gravidade do problema na sua unha…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *